Novo recorde da Bitcoin: R$ 360 mil cada unidade

Nesta manhã (13), o Bitcoin bateu mais um recorde histórico: chegando a 360 mil reais. No entanto, para o dinheiro eletrônico, isso não é novidade, e o dinheiro eletrônico cresceu exponencialmente nos últimos meses.

Do final do primeiro trimestre deste ano ao final de março, as criptomoedas se valorizaram em mais de 100%, tornando-se um ativo necessário para qualquer carteira de investimento. O Bitcoin, principal ativo dessa categoria, atingiu um ponto de valorização de mais de 120% de 1º de janeiro a 31 de março, saltando de US $ 29 mil para US $ 59 mil, o que equivale a 337 mil reais.

Ethereum (Ethereum) também é outra moeda que tem chamado a atenção dos investidores do mercado. De janeiro a março, o real, segunda maior criptomoeda, valorizou-se mais de 180%. No primeiro dia deste ano, o preço de transação da moeda foi de 729,15 dólares americanos, e o preço de transação no final de março foi de 1.890,23 dólares americanos, o que equivale a 10.749,89 reais. De acordo com dados da empresa de tecnologia financeira BlueBenx, dado que grandes investidores ingressaram em mercados digitais como Mastercard e Tesla, a valorização das criptomoedas continuará elevada este ano.
Para Roberto Cardassi, CEO da Fintech, é preciso ficar de olho nas mudanças do mercado para tomar a melhor decisão. Os especialistas destacaram: “Como outros mercados, há vários problemas que afetarão a valorização dos ativos. Vimos o impacto da pandemia de 2020 e ainda está lá.” “Com o desenvolvimento das vacinas, o mercado fica mais otimista se Os investidores têm uma visão de longo prazo, portanto, comprar Bitcoin é uma boa escolha para alinhar o bom gerenciamento de risco com o planejamento financeiro. “

O Bitcoin vai comer poeira depois do dia 14 de Abril" – esta criptomoeda pode disparar após

COMPARTILHE!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp

COMENTE!

Não vai perder esses também né?

© 2021 Viralizz. Se viraliza, tá aqui!